A respiração na hora do parto

No trabalho de parto durante as contrações mais fortes a respiração que mais ajuda é uma respiração superficial e torácica,soprando o ar pela boca,essa respiração não requisita tanto o diafragma e músculos abdominais evitando por exemplo durante um parto de cócoras,pressão demasiada sobre o períneo o que pode levar a lacerações importantes no mesmo no expulsivo.Por isso é importante treinar essa respiração para a hora do parto.

Esse vídeo mostra muito claramente a forma de se trabalhar a respiração completa ideal para promover ótima oxigenação e para controle das emoções e também do fluxo de pensamentos,podemos usá-la no trabalho de parto entre as contrações.

Pranayamas para Gestante
Assuma uma posição sentada com a coluna ereta.
Inicie com Respiração Completa para poder ir se acalmando e se desligando das atividades cotidianas, faça duas respirações inicialmente.
Você pode fazer a Respiração Coronária, ou seja, inspire em um tempo e expire no dobro do tempo (2:4; 3;6;4:8) por 3 vezes
A seguir, faça Bástrica da seguinte forma inspire ativamente e expire também ativamente de forma lenta faça isso 3 vezes.
No retorno da Bástrica faça 3 respirações em Respiração Ujjayi
Repita por 3 voltas à sequência acima
Esse exercício lhe trará um aporte maior de energia vital para você se recompor durante um longo período de trabalho de parto e também no puerpério.
É importante se acostumar a fazê-lo e ir aumentando à medida que se sente bem, tente aumentar de três em três, a cada dois ou três dias faça os ajustes necessários, para que você se sinta com mais energia e centrada.
 Baseado em atualização de Pranayamas por Maria Elisa Bernstorff Crivellaro da Casa de Yoga Shanti Om Joinville/ SC
Advertisements